Nomes secretos

Pra quem não sabe, esse fim-de-semana foram as comemorações de bodas de ouro dos meus avós, ou seja, cinquenta anos de casamento. O evento uniu toda a família com um propósito, fazer uma festa bacana. Hoje tivemos uma espécie de renovação dos votos, como uma nova cerimônia de casamento, onde meus avós trocaram alianças novamente, e refizeram suas juras por mais cinquenta anos, ou até onde deus permitir. Nesse cenário, uma informação chamou minha atenção. Vovó comentou, na hora em que ia fazer seus votos, que meu avô, Wagner, tinha um apelido secreto. Conhecido por meio mundo (até Pelé conhece meu avô, e não tou brincando) por Waguinho, ela disse que quando se casaram ela o chamava de Guinho. Engraçado, faz vinte e um anos que eles fazem parte da minha vida e eu não sabia disso. É particularmente interessante nós nos vermos impressos nos rostos – agora calejados pelo tempo – de nossos genitores. Vamos ser daquele jeito. Sou quem ele era, e ele agora sou eu. E na nossa casa patriarcal – quase mafiosa, comentam alguns – isso é ainda mais forte. Todos os primogênitos herdam o nome do meu avô. E eu posso não ser mais velho que minha irmã, mas ela é menina e automaticamente desqualificada, pelo bem da estética nos nomes. Junto com o nome parece que ganhei um punhado de vida antecipada, é como um carro usado que já vem com milhagem no odômetro e história no porta-luvas.

Quando pequeno, todo mundo me chamava de Cabralzinho, isso quando não “futuro juiz”, ou coisa que valha. Mas eu descobri que, ao menos hoje, talvez eu esteja mais pra um Guinho. Reeditando um passado desbotado, espero que com muito carinho.

Anúncios

Sobre Wagner Artur Cabral

filosofia política e futebol
Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

3 respostas para Nomes secretos

  1. Luiza disse:

    Meus avôs também trocaram votos para mais 50 anos, mas só depois que meu avô prometeu não mais comer geléia diretamente do pote com o dedo – era a condição essencial para que minha avó o aceitasse por mais 50 anos (brincadeira, claro).

    Nós rimos muito e eu fiquei pensando nas milhares de promessas e decepções que ficaram para trás, a ponto de os dois se aceitarem incondicionalmente agora…

  2. Line disse:

    Que lindo xuxu…

  3. Mariana disse:

    oww que meigo. meus avós não trocaram votos por mais cinquenta anos. e acho que minha avó não ia querer, meu avô é muito chato

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s