Talk about 9/11 – Epílogo

Tenho certeza que alguém vai ler o meu comentário e vai dizer que eu sou um-alienado-que-não-se-importa-com-as-atrocidades-estadunidenses. É exatamente desse tipo de ignorância que eu estava falando. Aquela que faz um ser humano ser capaz de criticar uma pessoa chorando antes de lhe estender a mão, num misto de vendetta e catarse. E isso me lembra meu quarto pensamento.

Minha quarta sensação, no contexto do onze de setembro foi que aquilo tudo não passava de uma farsa.

Até hoje acho que isso é possível, sem querer dar o braço a torcer pra todos os teóricos da conspiração. Mas mesmo se fosse, e toda a dor fosse um circo sádico, ainda assim, a dor seria verdadeira, e o sofrimento ainda seria humana.

E a ignorância ainda seria intolerável.

Anúncios

Sobre Wagner Artur Cabral

filosofia política e futebol
Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s